30 de abr de 2013

Futuras Leituras #6 - How to Love e As Violetas de Março


Tem livro que a gente não quer nem saber da história. Bateu o olho, achou a capa linda, TEM QUE LEVAR! Atitude um tanto "errada", já que livros vendem histórias, e não capas. Mas... Capas vendem livros! Se não tivesse essa cor de fundo, eu não daria a mínima pra How to Love, romance de estreia de Katie Cotugno, que será lançado dia 1 de outubro nos Estados Unidos. Mas os sortudos que forem para a Book Expo America em maio poderão obter uma cópia de revisão do livro!

How to Love vai contar a história de Reena Montemuro. Ela amou Sawyer LeGrande por muito tempo, mas ele nunca pareceu ao menos notar que ela existe. Até que, um dia, ele nota! Os dois se envolvem num bagunçado e complicado caso, se escondendo por trás do restaurante que suas famílias administram, e fazendo road trips no Jeep de Sawyer tarde da noite. Mas, num outro dia, sem avisar nada, Sawyer desaparece da cidade e deixa para trás uma Reena devastada e grávida! Quase três anos se passam e Reena tem um novo amor: sua filha. Ela se acostumou a vida sem Sawyer e está aprendendo a viver essa vida estranha e inesperada. Então, da mesma forma que foi embora, Sawyer volta à cidade querendo ter Reena de volta e ser um pai legal. Hmm... Não preciso ler mais nada para saber que vou detestar muito esse tal LeGrande!


Depois de assistir ao hangout que a Novo Conceito promoveu com a Sarah Jio no Google + (clique para assistir), fiquei muito mais animado para ler As Violetas de Março. Tanto por saber um pouco mais sobre a história do livro, quanto por ver o quão linda a autora é. Haha :)

O livro traz Emily Taylor como protagonista. Ela é uma jovem escritora de sucesso, mas que não gosta de seu livro. Após se divorciar de seu marido, Emily decide fazer as malas e passar um tempo em Bainbridge, a ilha onde morou quando menina, para tentar se reorganizar. Lá ela encontrará um antigo colega de escola e um namorado da adolescência, que se tornarão companhias frequentes. Mas é ao encontrar um diário da década de 1940 no fundo da gaveta que Emily se comoverá com a leitura de uma biografia misteriosa, que envolve antigos habitantes da ilha e que tem muito a ver com sua própria história.

Quais são os livros que você não vê a hora de começar a ler? Deixe seu comentário! :-)

Nenhum comentário:

Postar um comentário