31 de out de 2012

Análise: Sandy - Princípios, Meios e Fins

Sandy Leah - Princípios, Meios e Fins

Foi lançado ontem, dia 30, o novo EP da Sandy. No mesmo dia, coincidentemente, o furacão Sandy assolou a cidade de Nova York. Intitulado "Princípios, Meios e Fins", o trabalho foi feito de forma independente, mas foi lançado pela Universal Music, atual gravadora da cantora. Ainda assim, o futuro de Sandy é incerto na Universal, de acordo com a publicação de Meire Kusumoto na Veja. Quanto a qualidade de "Princípios, Meios e Fins", não há incertezas. É um álbum delicioso, intimista e que te prende da melhor forma no modo "repetição".

O EP traz cinco canções, sendo quatro composições de Sandy. Lançado no iTunes, chegou a desbancar a primeira posição de Roberto Carlos entre os álbuns mais vendidos. Vamos para a análise faixa-a-faixa?!

Sandy - Princípios, Meios e Fins - EP

Somos iniciados com Aquela dos 30, composição de Sandy e seu marido Lucas Lima, que também esteve presente na maioria das composições de "Manuscrito", primeiro álbum solo da cantora. "Tenho sonhos adolescentes, mas as costas doem. Sou jovem pra ser velha, e velha pra ser jovem. (...) Já é quase meia-noite, quase sexta-feira, e me falta tanto ainda." Com um piano divertido, a letra explana a "crise dos 30" de forma descontraída. Sandy completará três décadas vividas em janeiro, mas já declara: "Não quer dizer que estou numa crise, foi só uma forma bem humorada de falar sobre isso."

Segredo "acalma os nervos" numa melodia mais lenta. Também foi composta por Sandy e Lucas. A letra traz um eu lírico saudoso, que quase clama pela volta de um relacionamento amoroso passado. "Hoje eu acordei com vontade de te ver. Já faz tanto tempo que até assusta. (...) Conta um segredo como aqueles que nós vivemos juntos. Esquece o enredo, diz que ainda tem lugar pra nós."

Somos levados para mais fundo com Olhos Meus. O piano intimista, um tanto melancólico e sombrio se destaca. A linda poesia escrita por Sandy é interpretada de forma impecável. "Sequem-se as lágrimas, sequem-se as mágoas... Minha alma agora quer sorrir."

Escolho Você é a mais autobiográfica, segundo Sandy. “Essa música fala de um amor real, com os pés no chão”, disse em coletiva de imprensa. É a faixa que chega mais perto da animação de "Aquela dos 30". "E eu escolho você, com todos seus defeitos e esse jeito torto de ser. Eu escolho você, destino imperfeito. Todo carne, osso e confusão. (...) Não tem porque tentar justificar, se foi meu coração que decidiu por mim. Mas se a escolha fosse minha, eu escolheria você mesmo assim." É uma composição de Sandy, Lucas Lima e Jason Tarver.

Saudade finaliza da melhor forma o EP. A bela letra tem uma melodia melancólica, e traz Sandy em agudos suaves e deliciosos aos nossos ouvidos. O piano é tão presente quanto a voz, e ainda temos violinos ao fundo. É aquela canção de causar "eargasms"! É uma composição de Denis Nassar, amigo e ex-professor de piano da artista. "É, você chegou da outra vez assim... Incomodando até eu me lembrar que aquela flor que sabe me alegrar, não pode estar agora em meu jardim. (...) Ah, saudade, você sempre chega quando eu já te esqueci."

Cheio de suavidade, lindas melodias, belas poesias, significados e ótimos instrumentais, o álbum dá um gostinho do que Sandy prepara para 2013. A edição física poderá se comprada nos shows da cantora e em seu site oficial. Você pode ouvir, de graça, o EP pelo SoundCloud ou canal do YouTube de Sandy. Apronte seus ouvidos e delicie-se com "Princípios, Meios e Fins" (e repetições...).

Nota: 10.
Destaque para todas as faixas.

Com informações de Veja e G1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário