7 de set de 2012

Resenha: Exclusiva, de Annalena McAfee

Sinopse: De um lado, a correspondente de guerra Honor Tait. Ela cobriu praticamente todos os grandes conflitos do século XX, além de ter levado uma vida amorosa movimentada e cercada de mistério. A "Dietrich da sala de redação" hoje tem oitenta anos, tornou-se desconhecida das novas gerações e vê sua carreira declinar. Do outro, Tamara Sim, colunista de um suplemento de celebridades, repórter freelancer movida a emoção e igualmente desconhecida. Quando a segunda é enviada para escrever sobre a primeira, o espaço que separa esses mundos dá lugar a uma guerra tragicômica repleta de segredos, mentiras e prazos apertados. Exclusiva revela com humor e veneno os bastidores do jornalismo, desde o funcionamento dos grandes jornais às eternas picuinhas de repórteres, colunistas e editores. 

Exclusiva
Autora: Annalena McAfee
Título original: The Spoiler
Editora: Companhia das Letras

"É claro que não. Você não entende nada. Por que entenderia?"
Era uma dupla maldição: confiança e ignorância, pensou Honor.
Recebi a prova antecipada de Exclusiva no dia 10 de julho (Na Minha Caixa de Correio #7). O livro era minha prioridade na "fila", afinal era uma ~prova antecipada~! :P A leitura anterior tinha sido Deslembrança, uma literatura totalmente diferente e quase oposta a de Exclusiva, que é um livro adulto. Minha experiência foi muito arrastada. Li boa parte do livro porque queria acabar, não por estar gostando. As coisas começaram a ficar mais interessantes depois da metade...

Exclusiva traz duas protagonistas. De um lado a repórter de guerra Honor Tait, de 80 anos; do outro a jovem jornalista Tamara Sim, que escreve sobre celebridades e é freelancer. O começo, confesso, é muito chato. Principalmente para quem está acostumado com leituras jovens, de narrativas e vocabulários mais contemporâneos. As adjetivações excessivas chegam a irritar! E essas partes mais irritantes são as partes de Honor Tait. Tudo que envolve a vida dela parece ser um saco! Tão "saco" que, quando partimos para o ambiente da Tamara, tudo que a gente consegue fazer é torcer por ela e querer mais páginas sobre a moça. Quando essas páginas acabavam, eu pensava "lá vamos nós para o mundo chato de Honor...".

Honor Tait foi responsável por matérias de grande importância como, por exemplo, sobre Guerra do Vietnã e o Dia D, na Segunda Guerra Mundial. Mas agora, aos oitenta anos, ela não tem tanta relevância no mundo do jornalismo. Apesar disso, Honor irá lançar um novo livro com relatos de várias de suas experiências passadas como jornalista. Para a divulgação gratuita do livro, Honor terá que ceder uma entrevista em seu apartamento para uma revista, falando um pouco sobre sua vida e seu futuro lançamento.

Tamara será a responsável pela entrevista. Ela recebeu o convite da editora da revista S*nday, e logo aceitou, sem poupar elogios à Honor e dizer que a admirava muito. Mas, na verdade, Tamara nem sabia que Honor ainda estava viva! A jovem agarra a oportunidade como uma chance de ascender no mundo jornalístico. Logo fica claro que Tamara se meteu em algo que vai além de seus conhecimentos. Ela não nega suas raízes, o mundo das celebridades, e acaba querendo arrancar fatos sobre a vida pessoal de Honor. Mas a entrevistada se mostra nada simpática e aberta para essas questões.

O livro segue com o "pós-entrevista", com Tamara determinada a elaborar sua matéria e Honor a terminar seu livro. Ah, e também alguns fatos das vidas privadas das duas, é claro! A verdade é que será preciso muita força de vontade para ler esse livro, para quem está acostumado com livros jovens e de vocabulário mais contemporâneo. Como eu já disse, só depois da metade é que começa a ficar interessante e a realmente prender.

Enquanto eu me lamentava de estar lendo sem gostar, pensava que se o livro não tivesse um bom final, a nota seria 2, o classificando como um livro regular, mas o final bom veio! É uma reviravolta excelente! Todo jornalista e estudante de jornalismo deve ler! Ainda assim, será que o final bom compensa grande parte da má experiência? Não sei, por isso preferi não avaliar esse livro com nota.

Ps.: Queria comentar mais coisas, mas não vou soltar spoilers. Então decidi fazer um vídeo-resenha com spoilers, porque eu tenho muito mais coisas pra falar sobre Exclusiva! :)

Assista: Vídeo-resenha - Exclusiva, de Annalena McAfee

Nenhum comentário:

Postar um comentário