16 de jul de 2012

Filme: O Espetacular Homem-Aranha

O Espetacular Homem-Aranha (The Amazing Spider-Man)


Acho que o Homem-Aranha é mesmo o meu super-herói favorito. Ele era um cara normal, foi mordido por uma aranha e puf!, tudo mudou! Ele não tem lá tanta autoconfiança e acaba salvando as pessoas não porque ele queira fazer isso, mas porque, como dizia tio Ben, "com grandes poderes vêm grandes responsabilidades". Depois de três adaptações para os cinemas, trazendo Tobey Maguire como protagonista, o aranha volta às telonas sem Mary Jane e interpretado por Andrew Garfield (A Rede Social).

Creio que todos que assistiram aos três filmes com o Tobey vão ao cinema asistir O Espetacular Homem-Aranha com um padrão em mente. O filme será melhor ou pior que a primeira adaptação. Uma coisa é óbvia: os efeitos são melhores. Afinal, fazem dez anos desde o lançamento de Homem-Aranha! Mas como eu gosto bastante da adaptação com o Tobey Maguire, não seria lá tão fácil me conquistar... O que eu achei? Que o Tobey é um homem-aranha muito melhor, e que a primeira trilogia traz um Peter Parker muito mais bacana e com conteúdo.

Atenção: os comentários a seguir contêm informações sobre algumas cenas e roteiro do filme, que podem ser consideradas spoiler.

A nova adaptação tem trilha sonora que deixa a desejar, e traz cenas forçadas de humor. Imagina o Peter, vestido de Homem-Aranha, jogando um joguinho de bolhas no celular enquanto espera o vilão aparecer numa estação subterrânea de esgoto? Imagina Peter acordando a primeira vez depois da mordida e arrancando maçanetas e teclas do computador "sem querer"? Ainda assim, tanta força não foi capaz de dar a ele a visão perfeita de volta, já que ele continuou com os óculos, uma das primeiras mudanças de Peter no filme de 2002. Ah, esse novo homem-aranha não produz teias naturalmente, ele cria um mecanismo que as libera, como nos quadrinhos. Mas dá no mesmo, já que elas não acabam em momento algum durante o filme.

Homem-Aranha e Gwen Stacy (O Espetacular Homem-Aranha)

O novo filme conta sobre o pai de Peter, e como ele acabou sendo criado pelos tios. As primeiras cenas são muito boas, por sinal! Mais tarde, Peter acaba descobrindo segredos do pai, que o levam ao doutor Curt Connors, ex-companheiro de trabalho de Richard Parker. É se metendo no projeto de combinação genética do cientista Curt que ele acaba sendo mordido e se tornando o Homem-Aranha. Gwen Stacy, sua paquerinha interpretada por Emma Stone (foto acima), é sua colega de classe, assistente do Dr. Curt e filha do chefe de polícia.

Dr. Curt é aleijado de um braço, e sonha poder tê-lo de volta através do projeto de combinação genética. É esse seu desejo que acabará fazendo dele o vilão do filme, após os resultados ultrapassarem drasticamente o esperado, tornando-o um verdadeiro lagarto gigante. Mas isso acontece bem depois de Peter passar noites em busca do assassino do seu tio Ben. A morte, assim como no de 2002, traz muita culpa para o protagonista, que poderia ter evitado se tivesse impedido o assassino de assaltar uma loja de conveniência.

Há uma cena em que o homem-aranha salva uma criança de um carro suspenso. A criança, com medo, hesita em sair do seu banco e segurar a mão do herói, que logo sugere que o menino use sua máscara pra criar coragem. Uma cena com público alvo em evidência. Qualquer menino de 8 anos vai querer a máscara do Homem-Aranha depois disso. Não soa forçado? O romance com Gwen Stacy é muito mais bobinho e menos platônico do que o romance do anterior com Mary Jane, outrora interpretada belissimamente pela linda Kirsten Dunst. Aliás, a cena clássica do beijo de cabeça pra baixo é de Tobey e Kirsten. <3

Acho o roteiro da primeira versão muito mais elaborado e equilibrado, trazendo um Peter Parker mais cheio de conflitos psicológicos e com menos "mi-mi-mi". Mas paremos com as comparações por um momento, e avaliemos O Espetacular Homem-Aranha isoladamente... É um filme que entretém bastante, sem dúvidas. Tem comédia, drama e ação. Contudo, peca por forçar muita coisa, como eu já disse. Mas... É claro que vale a pena assistir, afinal é o homem-aranha, o super-herói mais legal de todos os tempos (ou não).

Se você quiser saber a história do Homem-Aranha dos quadrinhos, basta clicar nesse link. Muitos fãs preferiram essa nova adaptação para os cinemas por acharem que ela é mais fiel à história original. Se formos avaliar, há porções de fidelidade nas duas. Continuo achando a primeira melhor; nela o Peter foi até capaz de criar sua própria fantasia, sem precisar de inspiração. Mas o "Peter 2" também é cheio de "nerdisse", criando até engenhoca para controlar a trava da porta do quarto. Analisando tudo, Tobey Maguire interpreta um Peter mais maduro, enquanto Andrew Garfield interpreta um Peter mais adolescente e irritante, às vezes.

Ps.: Quantas vezes eu falei "Peter", "filme" e "homem-aranha" nesse post? Desculpa, foi praticamente inevitável. :| E você já viu? O que achou? Deixe seu comentário pra gente debater! :)

Assista ao trailer: 


Nenhum comentário:

Postar um comentário