9 de mai de 2012

Resenha: Terrível Encanto, de Melissa Marr

Terrível Encanto (Wicked Lovely) - Melissa Marr
Sinopse: Desde pequena, Aislinn possui um dom especial – a Visão, que permite que ela perceba os seres encantados que circulam entre os humanos, invisíveis para a maioria dos mortais. Mas, ao contrário do que as histórias infantis sugerem, as fadas podem ser extremamente perversas e egoístas, a ponto de machucarem as pessoas de propósito. Oriundas de quatro cortes – a Corte de Verão, a Corte de Inverno, a Corte Sombria e a Alta Corte – essas criaturas fascinantes têm seus próprios interesses, e é nessa rede de intrigas que Aislinn se vê presa.

Terrível Encanto
Autora: Melissa Mar
Título original: Wicked Lovely
Editora: Rocco
Avaliação: 3/5





Terrível Encanto é o primeiro livro da série Wicked Lovely, conhecida como uma série sobre "fadas". No final das contas é isso mesmo, apesar de a autora usar o termo "seres encantados". Cada começo de capítulo traz uma citação de alguma publicação sobre a mitologia celta e folclore irlandês/escocês, o que ajuda na compreensão progressiva do mundo desses seres.

A protagonista da história é Aislinn. Ela estuda na Bishop O’Connell, na cidade de Huntsdale, nos Estados Unidos, e seria uma adolescente como qualquer outra se não fosse por seu dom da Visão. Aislinn, assim como sua vó e como sua falecida mãe, consegue enxergar os seres encantados, mas lida com isso sob as seguintes regras básicas:

- Não encare os seres encantados invisíveis,
- Não fale com seres encantados inivsíveis,
- Nunca desperte a atenção deles.

Era suportável seguir essas regras enquanto os seres encantados não a percebiam, mas isso muda quando Keenan aparece para Aislinn. Keenan é o Rei do Verão e precisa achar sua "escolhida" para poder tomar o poder de sua mãe Beira, A Rainha do Inverno. Será Aislinn a "escolhida"? Sob o reinado de Beira, o mundo passa por um período aparentemente inacabável de frio. O livro conta que o mundo dos seres encantados interfere na realidade da Terra, nesse caso o clima, mas isso não é muito bem explicado e nem há descrições mais claras sobre a proporção disso.

Confesso que o tema não me atraía e continua a não me atrair muito. Ganhei um sorteio da Rocco no Twitter valendo o segundo livro da série, Tinta Perigosa, e perguntei se poderia receber o primeiro também, já que não tinha lido. Eles foram super gentis e me enviaram os dois livros e alguns brindes. Com os livros em mãos, é claro que eu tinha que lê-los e dar uma chance a série que, provavelmente, eu nunca compraria. 

Apesar da falta de interesse no tema, a minha experiência de leitura com Terrível Encanto foi muito boa. O primeiro livro é bem introdutório ao mundo dos "seres encantados", e até termina com algumas questões não explicadas sobre o mundo deles e suas ações e outros porquês por trás delas... Mas nada agoniante! A protagonista tem uma personalidade e toma decisões bem diferentes do que as mocinhas de outras sagas por aí. Seu amigo Seth, que tem uma importância significativa na história, tem um bicho bem inusitado de estimação! Não vou estragar a surpresa! haha :-) As personagens que mais gostei foram Beira (não significa que eu concorde com o caráter dela) e Donia.

Eu comecei a leitura sem antes ter lido uma sinopse muito profunda, só li o texto breve da contracapa (nem a sinopse da orelha eu li!), e a impressão é de que a autora solta as informações sobre o que os seres são, querem e fazem aos poucos, e foi bacana. Em contrapartida isso não traz uma curiosidade muito grande pelo "o que vai acontecer" a cada fim de capítulo, mas sim uma curiosidade para entender mais sobre do que o livro se trata. Algo que me surpreendeu foi a atmosfera bem sombria da história. Beira é uma rainha má e sarcástica como nenhuma outra! Algumas cenas são bem tensas, o que me fez tachá-lo como um livro relativamente adulto, apesar do evidente teor jovem da história da protagonista.

Dei nota 3 (bom) para o livro, mas recomendo para quem se interessar por esse tema. Vai ser um prato cheio e surpreendente. A narrativa é muito boa e o projeto gráfico e a encadernação são muito bonitos. Estou curioso para ler a continuação, mas fiquei frustrado ao saber que ela traz outra protagonista. Vamos ver o que acontece em Tinta Perigosa...

Nenhum comentário:

Postar um comentário